Morada:
Travessa Joaquim Matias Sobrinho nº 1 Loja D
2430-140 Marinha Grande 
Leiria
Contactos:
91 454 13 31 / 244 093 490
ritagoldenhands@gmail.com
Redes Sociais:
  • Twitter Basic Black

October 10, 2019

October 3, 2019

January 29, 2019

Please reload

Posts Recentes

I'm busy working on my blog posts. Watch this space!

Please reload

Posts Em Destaque

Escoliose o que é?

October 3, 2019

A escoliose é uma deformidade tridimensional da coluna vertebral. A sua forma mais comum (70 a 80% dos casos) é a escoliose idiopática, cuja causa é desconhecida, com uma prevalência de 2 a 4% em crianças entre os 10 e os 16 anos. Posturas mantidas por longos períodos de tempo, desequilíbrios musculares e pouca consciência corporal são alguns dos fatores que podem contribuir para esta problemática. Fatores genéticos contribuem com cerca de um terço do risco de desenvolvimento da doença.

                Sinais e Sintomas

A primeira suspeita de escoliose pode ser a observação de um ombro mais elevado do que o outro ou quando as roupas não se alinham corretamente (ex.: vestido mais comprido de um lado). Uma escoliose mais severa pode provocar alterações mais visíveis. Isto ocorre quando a coluna vertebral apresenta uma alteração acentuada, afetando as inserções musculares e ligamentares, podendo ser visível uma aparente diferença do comprimento das pernas ou assimetria da parede torácica ou da bacia.

Devido aos desequilíbrios musculares e alteração das estruturas, a escoliose pode causar dor, diminuição de flexibilidade, ou até menor capacidade cardiorrespiratória.

                Diagnóstico

Para confirmar a presença da escoliose, deve ser feita uma radiografia à coluna, o que permite medir o grau de curvatura. A curva é mais pronunciada quando os pacientes se curvam para a frente. Curvas superiores a 10° são consideradas significativas. O prognóstico depende do local e da gravidade da curva, e da idade de início dos sintomas.

                Tratamento

Em casos mais graves pode ser necessário o encaminhamento ao ortopedista, mas a cirurgia só é considerada em curvas muito acentuadas (normalmente >40º). Nos restantes casos, o tratamento passa pela fisioterapia, incluindo um programa de exercícios adaptados a cada caso, para reestabelecer o equilíbrio e simetria das estruturas das costas. Exercícios como o Pilates Clínico demonstraram-se eficazes na diminuição do Ângulo de Cobb, aumento de flexibilidade e melhor distribuição de peso em pessoas com escoliose, reduzindo a dor e incapacidade. Também pode ser sugerido em alguns casos o suporte vertebral, como os coletes.

                Dicas

No início de mais um ano letivo, deixamos algumas dicas da Direção Geral do Consumidor para contribuir para o bem-estar dos mais pequenos:

 

 

 

Please reload

Siga
Please reload

Procurar por tags
Please reload

Arquivo
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square