• Rita Lourenço

Dia Nacional do doente com AVC



Photo by John Jackson


Acidente Vascular Cerebral: uma das principais causas de morte em Portugal

Hoje, dia 31 de Março, é o Dia Nacional do doente com AVC, Acidente Vascular Cerebral, que é segundo a DGS, uma das principais causas de morte em Portugal, sendo também a principal causa de morbilidade e de potenciais anos de vida perdidos no conjunto das doenças cardiovasculares.


As primeiras horas após o início dos sintomas de AVC são essenciais para o socorro da vítima, pois é esta a janela temporal que garante a eficácia dos principais tratamentos.



E quais são os principais sintomas de um AVC?

Falta de força num braço, boca ao lado ou dificuldade em falar.


Normalmente, quando o paciente é atendido nas primeiras horas e recebe os primeiros tratamentos de forma adequada, as sequelas dos AVC podem nem existir ou serem reduzidas ao mínimo. Mas, em alguns casos, isso não se verifica e o paciente acaba por ficar com algumas limitações que podem ser ligeiras, moderadas ou graves.



Sabia que a Fisioterapia é um forte aliado na luta contra essas sequelas do AVC, principalmente nas funcionais?

Um tratamento de fisioterapia indicado requer uma avaliação rigorosa e o mais precoce possível pode ajudar em muito a sua recuperação.


Nos primeiros meses de pós-avc é quando ocorre a maior parte da recuperação, devido a Neuroplasticidade que é nada mais nada menos, que a capacidade que o cérebro tem de se adaptar a mudanças através do sistema nervoso.



Sabia também que, mesmo que o AVC já tenha ocorrido há algum tempo, podemos ajudar a melhorar a sua qualidade de vida?

Pois é, a fisioterapia é uma terapia que atua nas várias fases do pós-AVC e a manutenção das suas capacidades é muito importante.


Fazer umas sessões de fisioterapia regularmente ajuda a que o seu cérebro não se esqueça de como fazer corretamente determinada função, ajuda a corrigir as compensações corporais que foram surgindo para realizar determinada tarefa.


O fisioterapeuta já tem os olhos e as mãos treinadas para o ajudar a perceber o que está mal e como se pode melhorar a sua qualidade de vida e a forma como faz as suas Atividade da vida diária.


Uma vez ouvi uma frase que me ficou gravada na memória, “diagnóstico não é sentença” e a verdade é que mesmo que não volte a ser o que era, só depende da sua força de vontade e da sua persistência e convicção tentar fazer o melhor possível.

Segundo a DGS, “O AVC é um défice neurológico súbito, motivado por isquemia (deficiência de irrigação sanguínea) ou hemorragia no cérebro.” Esta doença, ao contrário de muitas outras, pode prevenir-se: basta adotarmos hábitos de vida saudáveis, evitar-se o tabaco e a vida sedentária e ter especial atenção a doenças como a hipertensão, diabetes ou arritmias cardíacas.


Cuide-se e já sabe se sentir algum deste sintomas, falta de força num braço, boca ao lado ou dificuldade em falar contacte o número de emergência 112!




Como posso agendar a minha avaliação?

Se já teve um AVC e pretende uma avaliação/check up, contacte-nos.


Pode fazê-lo enviando-me email para ritagoldenhands@gmail.com, mensagem privada no Facebook ou no Instagram ou ligando para 91 454 13 31 / 244 093 490.


A sua terapeuta,

Rita Lourenço

Fisioterapeuta da Fisioterapia Rita Lourenço






roman-kraft-0EVKn3-5JSU-unsplash.jpg

Siga

  • Facebook - White Circle
  • Instagram - White Circle
  • Blogger - Círculo Branco

​© Fisioterapia Rita Lourenço